Plano de Saúde Hospitais Chatbot

Guia de Pré-internação e Internação

1º Passo: Check-in Internação Samel

Dirija-se ao check-in internação

Para garantir o conforto e segurança dos nossos pacientes durante o período de internação, os Hospitais dos Planos de Saúde Samel colocam-se inteiramente à disposição de seus clientes, familiares, acompanhantes e visitantes, para acolhê-los e apoiá-los, desde o momento da entrada em nossas unidades até a alta hospitalar.
E para que a sua estada seja mais tranquila e satisfatória, algumas orientações e informações referentes às normas, procedimentos e aos serviços hospitalares são necessárias.
Ao chegar dirija-se ao check-in internação do Hospital Oscar Nicolau ou na unidade Samel – Boulevard.

Itens de Higiene Pessoal

Consulte abaixo os itens necessários para internação

• Roupa íntima;
• Roupas confortáveis e fáceis de vestir como pijama (de preferência de tecido de algodão e com abertura frontal);
• Cobertor;
• Escova e creme dental, sabonete, shampoo, condicionador, pente ou escova de cabelo;
• Toalhas de rosto e de banho;
• Travesseiro;
• Chinelo antiderrapante.

Acompanhantes

O acompanhante deve ter entre 18 e 59 anos, não ser portador de doenças crônicas e deve estar assintomático.

Cada paciente tem direito a 1 (um) acompanhante, preferencialmente do mesmo sexo do paciente internado em apto duplo;
• O acompanhante do paciente masculino pode ser do sexo feminino;
• É assegurado às gestantes que seu acompanhante seja o pai da criança;
• É assegurado a presença de um acompanhante para o paciente internado em UTI-Adulto;
• É assegurada a presença de mais 1 acompanhante para auxílio da gestante gemelar;
• Recomendável apresentação do certificado completo de vacinação contra a COVID-19;
• Não é permitido aos acompanhantes entrar no hospital com trajes inadequados (sem camisa, de shorts, roupas transparentes) e calçados abertos (chinelo de dedo).
• Obrigatório uso de máscara de proteção individual;
• A troca de acompanhante passa a ser a cada 12 horas nos horários de 08h às 09h da manhã e as 20h às 21hs da noite.
UTI – Boletim Médico
UTI Neonatal e Pediátrica: Leitos impares – 10h às 12H e Leitos pares – 16h às 18HUTI Adulto: 17h00.
Visita Médica:
• A visita médica é realizada uma vez ao dia por um profissional do corpo clínico dos Hospitais dos Planos de Saúde Samel, podendo ou não ser o profissional que realizou o primeiro atendimento.
• Em caso de intercorrência, o médico do Setor de Emergência ou médico intensivista prestará atendimento ao paciente internado.
• Em caso de solicitação de parecer médico, o prazo para realização da visita médica poderá ocorrer em até 24 h.


Documentos Necessários

Verifique os documentos para o procedimento cirúrgico

• RG e CPF
• Cartão do Plano de Saúde;
• Certidão de nascimento para pacientes
menores de idade, que devem estar acompanhados de um responsável maior de idade;
• Pacientes estrangeiros devem apresentar o passaporte;
• RG e CPF do acompanhante, este deve ser maior de 18 anos;
• Risco Anestésico;
• Risco Cardiológico;
• Trazer todos os exames realizados para possível consulta da equipe médica durante a cirurgia;

Itens para Gestante

Para gestantes, além dos itens de uso pessoal, são necessários:

• Camisola com abertura frontal para auxiliar na amamentação;
• Absorvente pós-operatório;
• Fraldas descartáveis (Tamanho RN/P);
• Fraldas de pano;
• Manta;
• Roupas e itens de higiene para o recém-nascido;
• Trazer separadamente (1 absorvente pós-operatório, 2 fraldas descartável, primeira muda de roupa, manta, touca e luva para o RN).

Horários de Visita

Consulte abaixo os horários de visita aos pacientes internados 

Apartamento Duplo: 
das 10:00 às 20:00, sem limite de visitas, porém 3 pessoas por vez.

Apartamento Duplo:
das 10:00 às 14:00 e 16:00 às 20:00, sem limite de visitas, porém 01 pessoa por vez.

• Não é permitida a entrada de menores de 12 anos para visitas aos pacientes internados;

• Não será permitido aos visitantes entrar no hospital com trajes inadequados (sem camisa, de shorts, chinelos, roupas transparentes);

UTI Neonatal e Pediátrica:

• 10:00 as 12:00h para leitos ímpares;
• 16:00 as 18:00h para leitos pares, para o pai ou mãe.

• Avós somente aos Domingos seguindo o mesmo horário acima.

UTI Adulto:

Horário do Boletim Médico:
A partir das 16:00 às 17:00

Visita: 
Tarde 16:00 as 17:00

Troca de Acompanhante:  
• 06:00 às 08:00
• 11:00 às 13:00
• 18:00 às 20:00

Visitantes:

• 06 pessoas, revezando de dois em dois, o acompanhante aguardará na recepção da UTI adulto durante toda a visita.
• É concedido a permanência de 01 acompanhante durante 24 horas, obedecendo a troca de acompanhante;
• Informações sobre o paciente são exclusivamente fornecidas pelo médico durante o boletim. Não é permitido
qualquer informação por via telefone ou por outro funcionário;

Orientações Pré-cirúrgica

Dirija-se ao check-in internação

• Jejum: de 8 horas antes do procedimento (alimentos líquidos e sólidos), este item deve ser esclarecido com o médico;
• Jejum para crianças descrito no risco anestésico e orientado pelo cirurgião pediátrico;
• Tricotomia: remover todos os pelos do local da cirurgia.
• Unhas: esmaltes devem ser removidos.
• Cabelo: sem cabelos úmidos ou molhados.
• Favor remover unhas e cílios postiços.
• Adorno: comparecer sem nenhum adorno (relógio, aliança, brinco, anéis, pulseiras, colares, piercing, etc…)
• Trazer todos os medicamentos de usos continuo: comunicar a equipe de enfermagem.
• Pacientes sem acompanhantes serão impedidos de realizar o procedimento cirúrgico marcado;
• Pacientes com gripe, tosse, resfriado, menstruada (mulheres) ou com qualquer outro sintoma serão impedidos de realizar o procedimento cirúrgico marcado.
• Pacientes alérgicos devem informar restrições.
• Horário de funcionamento da Agência Transfusional, localizada no 2º andar do Hospital Samel Matriz: 08h às 15h, todos os dias da semana.

Documentos para registro do Recém-nascido (R.N.)

Atenção na documentação exigida para o registro:

• RG e CPF do pai e da mãe;
• Comprovante de Residência;
• Certidão de Casamento ou documento de união estável, se houver;
• Declaração do Nascido Vivo (D.N.V – folha amarela) entregue aos pais pelo setor de Enfermagem após o nascimento da criança;
• Local: Cartório localizado no Centro Médico Getúlio Vargas – 3º andar;
• Horário: de Segunda à Sexta, das 08h30 às 17h, e aos sábados, das 08h30 às 12h.

Alimentação

Consulte abaixo os itens necessários para internação

• Não é permitido trazer alimentos para os pacientes.
• Cada paciente segue uma dieta exclusiva prescrita pelo médico e acompanhada pela equipe de Nutrição e Dietética. Outros tipos de alimentos podem comprometer a recuperação do paciente;
• Orientações ou solicitação de mudança de dieta deve ser prescrita pelo médico.
• A alimentação para acompanhantes somente será fornecida aos que acompanham pacientes menores de 18 anos e/ou maiores de 65 anos.
• Acompanhantes da Maternidade (pacientes puérperas), têm direito à alimentação.
• Acompanhantes de pacientes em apartamento individual não tem direito à alimentação.

Horário das refeições:
    • Café da manhã: 06h30 às 08h00.
    • Colação: 09h00 às 10h00.
    • Almoço: 11h30 às 13h30.
    • Lanche da Tarde: 15h00 às 16h00.
    • Jantar: 18h00 às 19h30.
    • Ceia: 20h00 às 21h00.

Handsome smiling medical professional examining with stethoscope over colored background

     Informações Adicionais
  • • Obrigatório uso de máscara de proteção individual;
  • • Nenhuma informação do paciente será dada por telefone, nem mesmo aos familiares.
  • • As informações sobre o estado de saúde do paciente somente serão fornecidas pelo médico ao paciente e acompanhante presencialmente;
  • • Não é permitida a entrada de menores de 12 anos para visitas aos pacientes internados;
  • • Não é permitido aos visitantes entrar no hospital com trajes inadequados (sem camisa, de shorts, roupas transparentes) e calçados abertos (chinelo de dedo).
  • • A Samel não se responsabiliza por objetos pessoais deixados nas dependências do Hospital. 
  • • Não fale em voz alta e seja discreto. Mantenha o silêncio no ambiente hospitalar;
  • • É proibido fumar nas dependências dos Hospitais Samel conforme Lei Nº. 7.592/89;
  • • Não adentre as Salas de Serviço, Postos de Enfermagem, Copas e áreas exclusivas aos funcionários;
  • • Não lave ou estenda roupas nos aposentos e janelas;
  • • Não é permitida a entrada de buquê de flores;
  • • Não é permitida a entrada de itens alimentícios como lembrança para entrega ao visitante do recém-nascido.

  • Em caso de dúvida entre em contato pelo telefone:  2129-2296 ou 2129-2298

Conheça seus direitos e deveres como paciente dos

Hospitais dos Planos de Saúde Samel

 Direitos do Paciente

• Ser tratado com dignidade, respeito, dedicação e humanidade por todos os colaboradores dos Hospitais Samel, sem qualquer forma de preconceito ou discriminação, respeitada a individualidade.
•  Ser identificado e tratado por seu nome, nome social ou sobrenome, e não por códigos, números, nome de sua doença ou de forma genérica, desrespeitosa ou preconceituosa.
•  Poder identificar as pessoas responsáveis, direta ou indiretamente para seu cuidado, por meio de uniformes e crachás legíveis, posicionados em lugar de fácil visualização nos quais deverão constar nome, função e foto. 
•  Ter sua privacidade, individualidade e integridade física asseguradas em qualquer momento do atendimento.
•  Ter assegurado o direito a confidencialidade de suas informações por um termo de confidencialidade assinado por todo profissional que ingressa na instituição e cujo descumprimento lhe acarretará responsabilidade jurídica.
•  Estar acompanhado, em consultas e internações, por pessoa indicada pelo paciente, se desejar.
•  Indicar um familiar ou responsável para decidir em seu nome acerca de tratamento, caso esteja impossibilitado de fazê-lo.
•  Receber informações claras, objetivas e compreensíveis sobre:
Sua doença ou hipótese diagnóstica, procedimentos, exames diagnósticos, medicações, tratamentos e duração prevista destes, bem como os riscos de não realizar o tratamento proposto;
•  Riscos, benefícios, efeitos inconvenientes e alternativas dos procedimentos diagnósticos e terapêuticos invasivos a serem realizados;
• Consentir ou recusar, de forma livre, a qualquer tempo, voluntária e esclarecida, qualquer um dos procedimentos propostos sejam eles diagnósticos, terapêuticos, sejam avaliações clínicas, desde que não haja risco de morte.
• Ter prontuário elaborado de forma legível, contendo sua identificação pessoal, exame físico, exames complementares com os respectivos resultados, hipóteses diagnósticas, diagnóstico definitivo, procedimentos ou tratamentos realizados, evolução e prescrição médica diárias, bem como a identificação clara de cada profissional prestador do cuidado, de forma organizada, de acordo com os documentos padronizados pelos Hospitais Samel.
• Solicitar cópia ou ter acesso a seu prontuário, de acordo com as normas internas dos Hospitais Samel.
• Ter situações de dores físicas avaliadas e controladas de acordo com as rotinas e procedimentos prescritos pelo Corpo Clínico.
• Conhecer a procedência do sangue e de hemoderivados antes de recebê-los, podendo verificar sua origem, seu prazo de validade, tendo respeitados sempre seus valores, cultura e direitos individuais, com tais informações anotadas em seu prontuário para posterior consulta.
• Ter respeitada sua crença espiritual e religiosa, receber ou recusar assistência moral, psicológica, social ou religiosa, direitos esses extensivos a seus familiares.
• Ser devidamente orientado e treinado, se necessário, sobre como conduzir seu tratamento após a alta, recebendo instruções e esclarecimentos, escritos de forma legível, de forma a buscar sua cura e sua reabilitação, além da prevenção a complicações.
• Interromper tratamentos indesejados e que visem apenas prolongar sua vida sem qualidade.
• Disponibilizar ao paciente e seus familiares, informações sobre a forma e os procedimentos necessários para a doação de órgãos realizados no Estado de acordo com a Central Estadual de Transplante no Amazonas, seguindo a lei Nº 9.434/97, que regulamenta a Política Nacional de Transplantes de Tecidos, Órgãos e Partes do Corpo Humano.
• Se criança ou adolescente, ter seus direitos na forma do Estatuto da Criança e do Adolescente – Lei Nº 8.069/90 assegurados, entre eles, a permanência em tempo integral de um dos pais ou responsável a seu lado.
• Se idoso, ter todos os direitos previstos no Estatuto do Idoso – Lei Nº 10.741/03 assegurados, em especial a permanência, em caso de internação ou observação, de um acompanhante em tempo integral, salvo determinação médica em contrário.
• Se paciente com transtorno mental, ter seus direitos assegurados, de acordo com a Lei Nº 10.216/01.
• Ser informado sobre todos os direitos citados anteriormente, sobre as normas e os regulamentos dos Hospitais Samel e sobre os canais de comunicação institucionais para a obtenção de informações, esclarecimentos de dúvidas e apresentação de reclamações, tais como site institucional, pesquisa de satisfação, Núcleo de Segurança do Paciente (NSP) e Ouvidoria ANS dos Hospitais Samel.
Deveres do paciente

São obrigações do paciente durante o período em que permanecer nos Hospitais Samel:

• Agir com urbanidade e discrição nas dependências dos Hospitais Samel, seguindo os padrões e normas da instituição.
• Respeitar o direito dos demais pacientes, empregados, corpo clínico e prestadores de serviços da instituição, que deverão ser tratados com cortesia, utilizando-se dos canais de comunicação disponíveis para exercer seu direito de apresentar reclamações.
• Ter ciência de todas as condições de admissão ou internação de pacientes, de acordo com o termo dos Hospitais Samel.
• Observar todas as recomendações e instruções que lhe foram transmitidas pelos profissionais de saúde que prestaram ou prestam atendimento, assumindo a responsabilidade pelas consequências advindas da não observação de tais instruções.
• Honrar seu compromisso financeiro com os Hospitais Samel, saldando ou fazendo saldar o responsável financeiro seu atendimento médico-hospitalar, tento no que se refere as contas hospitalares quanto aos honorários de seus médicos existentes.
• Fornecer informações confiáveis, a fim de proporcionar uma avaliação adequada de seu estado de saúde, como antecedentes clínicos e cirúrgicos, hospitalizações, uso de medicamentos ou hábitos sociais.
• Seguir as instruções recomendadas pela equipe multiprofissional que o assiste, sendo responsável pelas consequências da sua recusa.