Principais Causas de Dor nas Costas e Como Combatê-las

Principais Causas de Dor nas Costas e Como Combatê-las

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Hospital das Clínicas de São Paulo, quatro em cada 10 pessoas tem dor nas costas e, ao longo da vida, 80% experimentarão a condição pelo menos uma vez.

Além disso, em 85% dos casos a dor é inespecífica, ou seja, não é possível afirmar exatamente qual for a causa daquela situação. Porém, o que nós podemos fazer é identificar quais são as principais razões conhecidas e o que se pode fazer para evitá-las. Acompanhe este artigo e descubra!

Quais são as principais causas de dor nas costas?

O Hospital Sírio-Libanês desenvolveu uma pesquisa para identificar quais são as principais doenças que podem culminar em dor nas costas, além das inespecíficas. São elas:

  • hérnia de disco — a doença ocorre quando um disco invertebral sai de sua posição correta e acaba comprimindo as raízes nervosas. Essa pressão é o que causa a dor;
  • tendinite — os tendões são as estruturas que fazem a ligação entre os músculos e os ossos. A inflamação dessa estrutura é o que conhecemos como tendinite;
  • artrose — um tipo de artrite caracterizado pelo processo degenerativo de uma determinada articulação, quando o tecido flexível das extremidades de um osso se desgasta;
  • artrite reumatóide — uma doença inflamatória crônica que pode afetar mãos, pés e costas. É autoimune.

É claro que precisamos ter em mente que há centenas de razões que podem levar à dor nas costas, mas as doenças que elencamos acima são algumas das principais.

Como combater as principais causas dessa dor?

Apesar de não haver garantia de práticas que eliminarão completamente as chances de desenvolver dor nas costas, há algumas indicações que podem ajudar na prevenção. Veja:

  • postura — prestar atenção em sua postura na hora de andar e de sentar é essencial para evitar o sobrecarregamento da coluna. Além disso, a escolha do travesseiro também é importante;
  • prática regular de atividades físicas;
  • não fumar;
  • optar por cadeiras confortáveis e ergonômicas;
  • evitar movimentos repetitivos nas articulações dos ombros;
  • evitar carregar pesos superiores à 10% do seu;
  • evitar o uso de calçados com salto muito alto.

Fique atento aos sintomas e, caso sinta dor nas costas, não exite em buscar um médico ortopedista imediatamente.

Gostou de aprender mais sobre esse tema? Acesse o blog da Samel e continue aprendendo!