Fazendo o Preparo Para Endoscopia Corretamente

Fazendo o Preparo Para Endoscopia Corretamente

O preparo para endoscopia é relativamente simples. Esse exame é realizado com o uso de um endoscópio (tubo fino) que passa da boca até o estômago e permite visualizar, por meio de uma pequena câmera, possíveis causas para problemas na região. É possível obter imagens das paredes do esôfago, estômago e o início do intestino. 

Quer saber mais sobre o assunto? Então confira este artigo! 

Como é o preparo para endoscopia?

Antes do exame, é necessário estar em jejum por pelo menos oito horas podendo se estender para 12 horas. Não é permitido usar remédios antiácidos, como o Omeprazol, pois podem alterar as condições do estômago e mascarar algum problema. Nesse caso, haverá interferência nos resultados da endoscopia. O paciente pode tomar água até quatro horas antes.

No dia que antecede o exame, recomenda-se comer alimentos leves e de fácil digestão, optando por aqueles mais líquidos e pastosos, como as sopas. 

É importante seguir as indicações do hospital ou laboratório sobre o preparo para endoscopia.

Quando chegar ao local do exame, provavelmente receberá um medicamento que tem como objetivo eliminar possíveis gases e bolhas para que não atrapalhem na hora que o procedimento começar. 

A duração do exame costuma ser de cinco a 30 minutos, podendo variar. Depois, é recomendado ficar por um curto período de tempo em repouso ainda no local para observação, para que o efeito dos anestésicos passe. Lembre-se de ir acompanhado com alguém maior de 18 anos.

Para que serve a endoscopia?

Esse exame é realizado para identificar as possíveis causas para problemas relacionados à região do estômago e esôfago. É indicado para pessoas que têm sintomas como:

  • desconfortos e dores abdominais; 
  • náuseas; 
  • vômitos;
  • azias;
  • sensação de queimação ou estufamento; 
  • falta de apetite; 
  • perda de peso repentina e sem explicação;
  • dificuldade para engolir.

Por meio da endoscopia, é possível identificar doenças como gastrite, úlceras, hérnias, refluxos e até outras mais graves, como infecção por H. pylori (Helicobacter pylori) ou câncer essas duas últimas só são identificadas por meio de uma biópsia.

Agora que você já sabe mais sobre o exame e qual é o preparo para endoscopia, não deixe de cuidar de sua saúde realizando as consultas periódicas de maneira correta. 

Seu médico irá avaliar sua situação para indicar o diagnóstico e o melhor tratamento a se fazer. 

Leia mais artigos no blog da Samel para ficar sempre informado!