Como Reduzir os Efeitos da Radioterapia?

Como reduzir os efeitos da radioterapia?

A radioterapia pode ter papel curativo no tratamento de determinados tipos de câncer, ser empregada no controle da doença ou até mesmo para outros fins. O fato é que, independentemente do objetivo com que é realizada, os efeitos da radioterapia podem atingir o corpo humano de diversas maneiras.

Ao longo deste artigo você vai entender um pouco mais do que está por trás desse tratamento, além de conhecer algumas estratégias para reduzir os efeitos dele no dia a dia do paciente. Confira abaixo e descubra tudo sobre o tema!

O que é a radioterapia?

Antes de conhecer as diferentes maneiras de diminuir os efeitos da radioterapia, é preciso entender exatamente o que é esse tipo de tratamento.

Nele, são utilizadas radiações diferentes para eliminar o tumor em questão ou fazer com que suas células parem de se proliferar.

Basicamente, essas radiações não podem ser vistas a olho nu e também são indolores. Ou seja, durante a aplicação, o paciente não sente absolutamente nada. Os efeitos aparecem depois — como perda de apetite, cansaço e reações de pele — , e vamos ajudar a entender como diminuí-los. 

Ela pode ser aplicada em conjunção com a quimioterapia ou como prognóstico único.

Reduzindo os efeitos da radioterapia

A intensidade dos efeitos vão depender diretamente da dose do tratamento que está sendo realizado, da extensão da área que está sendo tratada, da área do corpo e até mesmo do aparelho utilizado e dos cuidados do paciente ao longo do tratamento.

De qualquer forma, a maior parte dos efeitos da radioterapia são comuns para todos os pacientes.
Selecionamos os mais frequentes e como você pode fazer para tentar contorná-los:

  • perda de apetite — comer pouco e mais vezes pode ser uma estratégia para aumentar o apetite. Apostar em coisas leves e alimentos diferentes entre si também pode ser uma boa;
  • cansaço — a melhor maneira de evitar o cansaço é intercalar períodos de descanso com as atividades cotidianas. Não se deve ficar em repouso absoluto, a não ser por orientação médica. É importante se movimentar;
  • reações de pele — elas são extremamente comuns por conta da natureza da radiação. Evitar a luz solar direta, não usar cosméticos com corantes e aromas artificiais, além de não tomar banhos muito quentes são fatores que podem ajudar. 

Lembre-se que, quando o tratamento acabar, essas sensações irão cessar. Caso sinta qualquer sinal diferente, procure um médico especialista. 

Para continuar aprendendo mais sobre saúde, acompanhe o blog da Samel!