As Principais Diferenças Entre Convênio Médico Empresarial e Individual

As Principais Diferenças Entre Convênio Médico Empresarial e Individual

Obter um plano de saúde pode gerar dúvidas, isso porque muitos não entendem como cada modalidade de plano funciona e quais são as diferenças entre eles. Quando falamos especificamente de convênio médico empresarial, essa incerteza pode ser ainda maior.
Ao abrir uma empresa ou fazer parte dela, é possível fornecer ou adquirir um plano empresarial. Para isso, é necessário analisar alguns aspectos, principalmente em casos de pequenas e médias empresas, em que paira a seguinte dúvida: o que é melhor, contratar um convênio médico empresarial ou individual?

Como funciona o convênio médico empresarial e o individual?

Para os individuais, qualquer pessoa física pode contratar o serviço. Já nos planos de saúde empresariais, o contrato é realizado apenas por intermédio de uma empresa, associação ou sindicato, podendo ser de três formas: planos coletivos empresariais; coletivos por adesão e planos de autogestão.
Além disso, existe também o chamado plano PME, adequado para pequenas e microempresas que contam com carências diferenciadas.
Por vezes, principalmente no caso de pequenas e microempresas, os empresários ficam incertos se é mais vantajoso cada um ter seu plano individual ou contratar um PME. Por isso, vamos listar algumas diferenças entre o convênio médico empresarial e o individual.

Preço

Geralmente, os planos individuais costumam contar com preços mais altos. Mas também é preciso analisar o reajuste. Para os individuais, o reajuste é regulado pela ANS (Agência Nacional da Saúde). Já nos empresariais, isso não ocorre, ficando ele vinculado à utilização dos colaboradores, ou seja, é feito um cálculo de acordo com as consultas e exames realizados no período.
Portanto, é ideal que haja senso coletivo e consciência por parte dos usuários para um melhor proveito do benefício e para evitar um aumento excessivo na mensalidade.

Carência

No plano individual e no coletivo, a carência fica de acordo com o estabelecido pela operadora de saúde. Já para convênio médico empresarial, dependendo do modelo, não há tempo de carência.

Rescisão contratual

Nos individuais, não é possível que a operadora faça a rescisão unilateral. Ela só é permitida nos planos coletivos e em casos de inadimplência ou fraude. Além, claro, do desligamento do colaborador.
Portanto, é ideal que seja avaliado todos os aspectos para a decisão de qual tipo de plano mais se adequa às necessidades de cada um.
Para quem acredita que os convênios empresariais são mais vantajosos, a Samel, operadora de plano de saúde, oferece opções de plano PME e plano empresarial. O convênio tem atendimento personalizado e está entre os 10 maiores da região norte. Também são oferecidos planos individuais, abrindo um leque de possibilidades para que seus clientes escolham o modelo de convênio que mais lhe agradar.
Quer consultar mais informações? Então acesse o site da Samel e aproveite!