A Importância De Fazer Todas As Sessões De Fisioterapia

A Importância De Fazer Todas As Sessões De Fisioterapia

A fisioterapia é uma área que ajuda a reabilitar e fortalecer os músculos e articulações. Ela atua no tratamento e prevenção de doenças e lesões e também garante uma melhor qualidade de vida às pessoas. 

Porém, um erro comum dos pacientes é abandonar as sessões de fisioterapia logo que sentem uma melhora na região que estão tratando. Saiba que isso prejudica todo o procedimento. Veja mais sobre o assunto neste artigo!

Por que devo fazer as sessões de fisioterapia até o fim?

Como falamos anteriormente, a fisioterapia ajuda a recuperar a capacidade física e o funcionamento de certas partes do corpo. Ela pode atuar no tratamento de lesões relacionadas com acidentes e fraturas ou malformações. 

Seu uso também é importante em pacientes que estão hospitalizados na UTI, sofreram doenças ou acidentes que prejudicaram os movimentos, ou até pessoas que buscam melhorar a postura, por exemplo.

São diversas as utilidades da fisioterapia. Porém, para que ela tenha o resultado esperado, é necessário que os pacientes sigam corretamente as orientações médicas e não abandonem as sessões antes da data prevista. 

Isso porque cada etapa do procedimento é ideal e específico para uma fase da lesão. Caso o paciente não termine e percorra todo o caminho traçado, ele pode:

  • voltar a sentir dores;
  • se lesionar novamente;
  • retroceder na recuperação;
  • perder parcialmente ou completamente determinado(s) movimento(s);
  • enfraquecer o músculo mal trabalhado; 
  • perder a estabilidade e o equilíbrio; 
  • ter dores crônicas;
  • sofrer novamente com o processo inflamatório da região que estava sendo tratada. 

Quantas sessões de fisioterapia eu devo fazer?

A resposta para essa pergunta vai depender de cada paciente. O especialista irá avaliar a situação e determinar o número de sessões ideais para aquele tratamento. 

Comumente, as primeiras sessões são feitas com o intuito de acabar com a dor local e começar a exercitar aquela área para voltar a ter habilidade. Depois, o foco são exercícios para fortalecer a musculatura e restabelecer o equilíbrio. 

É importante que os exercícios estimulem o cérebro e devolvam a coordenação perdida com o tempo ou com a lesão. 

Em casos de pacientes em cadeiras de rodas, por exemplo, a fisioterapia ajuda também a evitar que a musculatura do corpo atrofie e que a circulação pare. Além, é claro, de alinhar a postura. 

Sendo assim, é importante respeitar todas as etapas da fisioterapia e seguir a risco o que o profissional da saúde orientar. 

Aproveite e leia também sobre a ruptura dos ligamentos do joelho no blog da Samel.